14 dezembro 2010

Horas tortas

Vinho. Por favor.
Já faz tempo.
Muito tempo.

Esse velho amigo ainda me faz companhia. Copo de plástico ou de vidro. Não importa mais.
Coisas quebradas. Coisas que eu quebrei, pensando que alguém ia recolher os cacos e fazer uma colagem. Uma colagem cheia de defeitos, cheia de irregularidades. Alguém que me ofereceria os cacos colados errados. Mas ofereceria sorrindo.

Me pergunto o que é mais importante. Ter tudo e não ter nada? Ou ter nada e ter tudo? E não é muito complicado se você pensar um pouco.

Algumas coisas não são crime. Mas dóem. Não dá muito pra explicar, só pra sentir.
Ruas vazias, olhares indiscretos. Conversas.

As fotos não revelam tudo mais. Isso eu descobri.
Agora não é mais hora pra pensar. Não é mais hora pra brigar. Não é hora pra cobrar.
É hora de sentar e esperar (um pouco). Até não aguentar mais e encontrar uma solução para isso tudo.

3 comentários:

  1. Sempre existe uma solução... sempre!!
    beijos

    ResponderExcluir
  2. o tempo é o melhor amigo... é conforto e revela.dor!


    bjs meus

    ResponderExcluir